Twitter sobre a morte de Chadwick Boseman é o mais curtido da história

Twitter sobre a morte de Chadwick Boseman é o mais curtido da história

O tuíte anunciando a morte do ator Chadwick Boseman foi o que mais recebeu likes na história da plataforma, segundo afirmou o Twitter. A mensagem foi curtida mais de 7,3 milhões de vezes até a manhã desta segunda-feira (31), e recebeu 3,1 milhões de retuítes.

Anteriormente, o recorde era de uma reflexão sobre racismo publicada por Barack Obama em 2017, com 4,3 milhões de likes. Na posição seguinte, outro tuíte do ex-presidente americano, desta vez lamentando a morte do jogador profissional de basquete Kobe Bryant, com 4 milhões de curtidas. 

Chadwick Boseman

Chadwick Boseman morreu na última sexta-feira (28) e era conhecido principalmente por interpretar o super-herói Pantera Negra nos filmes do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU). O ator tinha 42 anos e lutava contra um câncer de cólon desde 2016. 

Em comunicado aos fãs, a assessoria do ator afirmou que ele morreu em casa, na companhia de sua esposa e familiares. De acordo com a mensagem, Chadwick chegou a gravar alguns filmes, incluindo o recente Destacamento Blood (2020), durante o período em que passava por “inúmeras cirurgias e sessões de quimioterapia”. O tuíte diz ainda que interpretar o Rei T’Challa em Pantera Negra foi a grande honra de sua carreira.

A morte de Boseman repercutiu entre fãs e artistas do mundo inteiro, que prestaram suas homenagens ao ator nas redes sociais. Colegas dos filmes da Marvel, como Tom Holland, Robert Downey Jr. e Chris Evans, postaram fotos do ator no Instagram. Anthony e Joseph Russo, que dirigiram os últimos filmes de Vingadores, também lamentaram a perda.

No Brasil, atores como Lázaro Ramos e Marcello Melo Jr. destacaram o impacto da carreira de Boseman para a comunidade negra, sobretudo por seu papel como o primeiro super-herói de ascendência africana da Marvel. 

Comentários

Outras Notícias