Oxímetros de dedo podem ajudar na detecção de sintoma da Covid-19

Oxímetros de dedo podem ajudar na detecção de sintoma da Covid-19

Normalmente, pacientes acometidos pela Covid-19 apresentam desconforto no peito, dor ao respirar e outros problemas respiratórios. No entanto, em alguns casos, a pneumonia causada pela doença leva a uma condição chamada "hipóxia silenciosa", que oferece bastante risco ao paciente, já que, como o nome sugere, se trata da diminuição do oxigênio no corpo, de forma silenciosa.

Radiografias são capazes de detectar a condição. O problema é que a maioria dos pacientes sequer sabe que está com baixa concentração de oxigênio no sangue, até que seja tarde demais. Isso ocorre porque, enquanto a pessoa desenvolve os sintomas característicos do novo coronavírus, ela não sente falta de ar ao respirar.

Mesmo assim, o baixo oxigênio é compensado por respirações mais rápidas e mais profundas – e isso ocorre sem que o paciente perceba. Ou seja, monitorar o nível de oxigênio no sangue é uma parte bastante importante nessa luta contra a doença. Com a medida é possível detectar uma condição respiratória grave se formando – mesmo que não haja sintomas visíveis.

E se a superlotação dos centros médicos dificulta a averiguação desses níveis, um equipamento simples e barato - que pode ser usado em casa - pode ser a solução: os oxímetros de dedo.

 

Fonte: Com Olhar Digital

Comentários

Outras Notícias