Câmara de Bayeux livra Berg Lima da cassação

Câmara de Bayeux livra Berg Lima da cassação

Por dez votos a favor e sete contra, a Câmara Municipal de Bayeux decidiu não cassar o mandato do prefeito Berg Lima, em uma sessão que durou mais de 10 horas, nesta quinta-feira (23). Eram necessário doze votos para derrubar o gestor do cargo.

No pedido de cassação, um popular da cidade, acusava o prefeito de pagar adicional noturno a vigilantes contratados pela prefeitura que não trabalhavam no período para o qual foram remunerados.

De acordo com o presidente da Comissão Processante, vereador Adriano Martins (MDB), que seguiu o parecer da relatora do processo vereadora França (Pode), pela improcedência da denúncia, os vereadores ainda estão lendo as acusações para depois ouvir vídeos e áudios das testemunhas arroladas por Berg Lima.

Comentários

Outras Notícias